6 curiosidades sobre o Corso de Teresina


Conheça um pouco sobre um dos maiores movimentos do Carnaval de Teresina: o Corso, que se trata de um desfile de carros enfeitados.

- Teve início na década de 30, junto com a chegada dos primeiros automóveis em Teresina, e acontecia nos dias de carnaval. Famílias que assistiam aos desfiles nas portas de suas casas.

- Era considerado um tipo de carnaval da elite da época, pois participava só quem tinha carros. Não tinha um percurso fixo. O ponto de encontro era na Praça Rio Branco, no Centro, onde ficavam os carros de alugueis, de lá o desfile percorria as ruas do Centro, passava pela Avenida Frei Serafim. 

- Devido a outros movimentos carnavalescos, como as escolas de samba, dos anos 50 aos 70, ele foi parando e perdendo as forças.

- No ano de 1998, o corso voltou. A principal mudança foi antecipar um final de semana anterior ao carnaval, ocorrendo aos sábados de Zé Pereira, com um percurso que passava pelo centro, zona Sul e zona Norte. Naquele ano, desfilaram somente três caminhões. 

- Em 2012, entrou para o Guinness Book, sendo o maior corso do mundo registrando a marca de 343 veículos decorados, recorde até o momento.

- Na edição de 2020, acompanhou a tendência de queda dos últimos anos no número de veículo enfeitados. Apenas 20 caminhões foram cadastrados para o desfile.

Postar um comentário

0 Comentários